13/05/10

Homem, Abre os Olhos e Verás



Gosto de retornar a alguns poetas, e Armindo Rodrigues é um deles. Quando o leio entreabre-se-me um novo olhar que derruba o óbvio e o imediato. São leituras que dimensionam a grandeza da condição humana, sob uma escrita emotiva, lírica, carregada de grande verticalidade e frontalidade ideológica.

Homem,
abre os olhos e verás
em cada outro homem um irmão.

Homem,
as paixões que te consomem
não são boas nem más.
São a tua condição.

A paz,
porém, só a terás
quando o pão que os outros comem,
homem,
for igual ao teu pão.

Armindo Rodrigues

3 comentários:

Nelson Ricardo disse...

Acho que foi Lopes Graça que disse ser a cultura um dos principais incentivos que levam o indivíduo a respeitar ao máximo a dignidade inerente a cada ser humano.

Fernando Samuel disse...

Armindo Rodrigues é para retomar todos os dias...

Um beijo.

smvasconcelos disse...

Nelson Ricardo: e é muito bem observado, sem dúvida. :) bj

Fernando Samuel: é "daqueles", sim. Adoro-o. Bejo