15/07/10

CÃO


Cão passageiro, cão estrito,

cão rasteiro cor de luva amarela,

apara-lápis, fraldiqueiro,

cão liquefeito, cão estafado,

cão de gravata pendente,

cão de orelhas engomadas,

de remexido rabo ausente,

cão ululante, cão coruscante,

cão magro, tétrico, maldito,

a desfazer-se num ganido,

a refazer-se num latido,

cão disparado: cão aqui,

cão além, e sempre cão.

Cão marrado, preso a um fio de cheiro,

cão a esburgar o osso

essencial do dia a dia,

cão estouvado de alegria,

cão formal da poesia,

cão-soneto de ão-ão bem martelado,

cão moído de pancada

e condoído do dono,

cão: esfera do sono,

cão de pura invenção, cão pré-fabricado,

cão-espelho, cão-cinzeiro, cão-botija,

cão de olhos que afligem,

cão-problema...

Sai depressa, ó cão, deste poema!

Alexandre O`Neill

Há muito que não revisitava este poema. Um poema com ritmo, aparentemente caricato , mas que denuncia satiricamente a nossa existência.
Em outra análise, a "vida de cão" que levamos...

4 comentários:

Armando Sena disse...

Gosto. Gosto muito de cães, já de gatos...

César Ramos disse...

Mas que engraçada transmissão de pensamento!
Há pouco, antes de aqui vir, acabei de postar no m/ blog 'MUNHO', um poema de Alexandre O´Neill sobre
O GATO!

É o cão... e o gato!

Para não haver confusão, só lá tenho gatos!
... num outro blog dos que sigo vi uma cena espantosa: na China, uma cadela a amamentar um gatinho! Pelo menos entre os animais, na China, respeitam-se os direitos humanos!!

Gostei muito deste poema porque gosto, também, muito de cães. Tanto, como gosto das pessoas, das aves, e da natureza em geral, incluindo os insectos.

Os 'insectos' que repudio, são os de mais de um 1,57 m de altura, e que usam bilhete de identidade em vez de uma coleira no pescoço!

Fernando Samuel disse...

Esta vida a que nos sujeitam...

Um beijo.

smvasconcelos disse...

Armando: temos isso em comum, também gosto muito de cães. Bem... de bichos, em geral, é o mais verdadeiro. beijo,

César: Já vi!:)) Também temos isso em comum: o afecto pela bicharada (e pelas pessoas, sobretudo).
Eu postei essa notícia no meu blogue, a da cadela que amamentou um gato na China. São situações que podem ocorrer,de facto, e muitas vezes: adaopções inter-espécies, motivadas por alterações hormonais (diestro, falsas gestações, amamentação) e/ou comportamentais. Mas a verdade é que os afectos e emoções não são exclusivos dos animais humanos! beijo,

Fernando Samuel: querem sujeitar-nos mesmo, a "viver como cães". As políticas praticadas têm-se orientado nesse sentido: a busca de pão e deambulações várias ao encontro de uma vida digna têm crescido flagrantemente..:( Beijo,