30/04/10

"Um lugar para viver"



Não será um filme exaltante, daqueles que se anseiam voltar a ver, e rever...é um filme quase simples, em torno de dois personagens que na sua procura conjunta se interceptam com outros na mira inconsciente de retornarem à única causa que os moveu no caminho: o afecto.
É a história de um casal, que por circunstâncias da espera de um primeiro filho, e das preocupações inerentes ao seu futuro, que sonham perfeito, partem em busca de "um lugar para viver". Após vários encontros e reencontros com lugares e pessoas, e o confronto da imperfeição que se aparenta ou camufla tanto nos lugares como nas pessoas, descobrem o essencial, ao seu alcance desde o início da viagem: o melhor lugar para viver habita no coração.

Uma história bonita, bem interpretada, revestida de humor e ternura, e que ocasionalmente surpreende pela sátira quase imperceptível, e mesmo perturbadora, da sociedade americana.
É do Sam Mendes, realizador de dois outros filmes marcantes: American Beauty e Revolutionary Road.

3 comentários:

Armando Sena disse...

Vi. Gostei muito, tal como os outros dois, especialmente o Revolutionary Road.

Fernando Samuel disse...

E que grande descoberta fazem!...

Um beijo.

smvasconcelos disse...

Armando: também gostei muito do Revolutionary.:) beijos

Fernando Samuel: como o mundo seria melhor se todos o descobrissemos...:) beijo.