31/12/09

2010

BOM ANO A TODOS!

E na sequência do lugar da foto, remeto-me para um poema de José Agostinho Baptista, um poeta maior dos nossos dias:

Permanência

Prolongas, à volta de uma ilha, as nefastas raízes da própria dor.
Um veleiro passa ao largo da cidade, mas permaneces
frente para a cal.
Há uma lenda sem fim sobre as tuas mágoas.
Quem acode à densa névoa, ama-te de tão longe.
Um marinheiro esquece-te, embriagadamente.
Os girassóis voltam-se para o sul.

4 comentários:

O Puma disse...

Tudo de bom

Bjs

smvasconcelos disse...

Obrigada:) E para ti também. bjs,

Fernando Samuel disse...

Que 2010 seja muito, muito, muito, muito... melhor do que o 2009.

Um beijo.

smvasconcelos disse...

Fernando Samuel: será! :)
beijo.