16/11/10

Louvor do Revolucionário


Entre tantos afazeres e trabalho, a determinação continua e a vontade de lutar mantém-se intacta.
Dia 24, que ninguém se sinta desencorajado ou intimidado a mostrar o seu descontamento pelas medidas anti-socias e ultrajantes deste governo!
Brecht sabia!


Quando a opressão aumenta
Muitos se desencorajam
Mas a coragem dele cresce.
Ele organiza a luta
Pelo tostão do salário, pela água do chá
E pelo poder no Estado.
Pergunta à propriedade:
Donde vens tu?
Pergunta às opiniões:
A quem aproveitais?

Onde quer que todos calem
Ali falará ele
E onde reina a opressão e se fala do Destino
Ele nomeará os nomes.

Onde se senta à mesa
Senta-se a insatisfação à mesa
A comida estraga-se
E reconhece-se que o quarto é acanhado.

Pra onde quer que o expulsem, para lá
Vai a revolta, e donde é escorraçado
Fica ainda lá o desassossego.

Bertold Brecht

7 comentários:

trepadeira disse...

Brecht sabia.
Um abraço,
mário

Marta Vasil disse...

Muitos sabiam! E eles aqui estão ao longo do blogue, de uma forma ou de outra.
Excelentes escolhas. Compartilho-as.

Armando Sena disse...

Força Sílvia, que dia 24 seja uma oportunidade. 24 de Novembro, claro.

Mar Arável disse...

Presente
contigo
connosco

Nelson Ricardo disse...

Essa é a têmpera de quem luta por um mundo novo livre de exploração.

Bjs

Fernando Samuel disse...

Brecht está cá...

Um beijo.

svasconcelos disse...

Mário: por isso era um génio:) beijo,

Marta: bem-vinda:))bjs,

Armando: .. que seja uma oportunidade para ti, para mim, e para as gerações que nos seguem... Qua a tua força, também fortaleça a coragem e determinação dos milhres que protestam por um mundo melhor, para eles e para os filhos. beijo,

Mar Arável: presente!:) Beijo,

Nelson Ricardo: que um dia o seja, de facto, um mundo melhor. Um beijo,

Fernando Samuel:... cada vez mais presente! Um beijo,