05/11/10

José Mário Branco - FMI

É comovente ( e arrepiante) esta interpretação do José Mário Branco, assente num texto e mensagem sempre presentes, sempre actuais....

7 comentários:

Armando Sena disse...

Calma Síliva, vamos ser salvos.

Maria disse...

Trinta anos depois continua actual!

Beijo, Sílvia.

trepadeira disse...

Esses nunca de cá sairam.
É um belo tratamento do tema.
Eu queria era escorraçá-los,a eles e a quem chama por eles.
Um abraço,
mário

César Ramos disse...

(...)O submarino anda aí, faltava o porta-aviões do FMI!
Vai ser uma batalha naval do escafandro... e, temos uns (des)governantes que não sabem nadar!
Mas, não se afogam!...

Não é possível que isto vá a pique!
Depois de tantas lutas... não era justo!
Será a China, a 'salvadora' deste Titanic?

A esta hora, já não entendo nada
disto!Amanhã, vou ouvir o José Mário Branco. É tarde, e quero ouvi-lo como deve ser: máximo volume!!

César

Fernando Samuel disse...

Actulíssimo...

Um beijo.

smvasconcelos disse...

Armando: lol tens piada!:)) Enquanto "estes" por lá andarem, nem com boias de salvamento viremos à tona! beijo,

Maria: Actualíssimo! Com os mesmos predicados e adjectivos! Um beijo,

Mário: Já temos algo em comum.:)) Um beijo,

César: isto ainda será uma grande batalha, não tenho duvidas. Hoje alguém me dizia que uma nova revolução estava eminente à escala global... e não será "só" de cravos... a tensão é imensa, a vigarice escancarada, a mentira cada vez mais nua... são ingredientes capazes de minar , e quanto, o terreno que pisamos... beijo,

Fernando Samuel: 30 anos volvidos, e querem atentar contra as lutas que se travaram pelos direitos do homem e dos trabalhadores...:( Beijo,

Nelson Ricardo disse...

O FMI...mais um na desdita deste povo que teima em não acordar.

Bjs.